Para respondermos esta pergunta, precisamos saber o que é um radiocomunicador intrínseco.

Os radiocomunicadores intrínsecos ou rádios intrinsecamente seguros (IS) são desenvolvidos para permitirem uma comunicação segura em locais que tenham ou possam ter componentes ou substâncias explosivas em seus ambientes.

Estes rádios têm características de segurança próprias, como funcionamento dos circuitos internos através de baixos potenciais de energia, blindagem dupla e mecanismos para evitar calor e fontes de ignição. É isso que permite que eles eliminem a possibilidade de descargas elétricas e faíscas. Essa característica de segurança torna os radiocomunicadores intrínsecos bastante utilizados em ambientes como minas, plataformas petrolíferas e refinarias de petróleo, por exemplo. Esses ambientes são denominados áreas classificadas, o que significa que ali que há presença de atmosfera explosiva (em decorrência de gases ou poeiras).

Existem diversas classificações para as atmosferas explosivas. Quanto aos gases, podemos citar os do grupo IIA, como acetona, amônia, dentre outros. Os do grupo IIB são, por exemplo, o etileno e o acrilato de etila; os do grupo IIC são gases como hidrogênio, acetileno e demais.

Já em relação às poeiras, temos o grupo IIIA que abrange as poeiras orgânicas e fibras combustíveis como o açúcar em pó e o algodão bruto, por exemplo. O grupo IIIB que se refere às poeiras carboníferas e sintéticas como as originadas de asfalto de petróleo e demais. O grupo IIIC são aquelas poeiras relacionadas às poeiras metálicas e condutivas, como as do alumínio, ferro, cromo, titânio, etc.

Se a atmosfera do ambiente contém qualquer dos gases ou poeiras dos grupos acima mencionados, a RAMC possui uma linha completa de radiocomunicadores intrínsecos para locação que atendem a todos os padrões de segurança do mercado. Conte conosco para alugar radiocomunicadores seguros para qualquer ambiente.

Enviei Sua Mensagem